Releases

Home Releases Na vitória de Vettel, o piloto do dia foi Lewis Hamilton
Voltar

Na vitória de Vettel, o piloto do dia foi Lewis Hamilton

O Formula 1 Grande Prêmio Heineken do Brasil 2017 teve todos os ingredientes de uma grande corrida. Se Sebastian Vettel foi perfeito no “S” do Senna, ganhando a ponta depois de ultrapassar o pole Valtteri Bottas, Lewis Hamilton, largando em último, não deixou por menos. Chegou ao primeiro lugar – ainda dependendo de uma troca de pneus – e, com o pit stop, terminou em quarto. E quase subiu no pódio, depois de uma atuação eletrizante, fazendo ultrapassagens firmes e ganhando posições. A atuação valeu o prêmio de “Piloto do Dia” para Lewis Hamilton.

Mas a corrida foi além disso. Felipe Massa despediu-se da F1 no Brasil – ele ainda disputará a corrida de Abu Dhabi, a última da temporada – e com um sétimo lugar com direito a subir ao pódio e ser entrevistado por Rubinho Barrichello. Foi muito aplaudido. Os dois pilotos brasileiros têm 11 vitórias cada um. Para garantir o sétimo lugar, Felipe Massa teve que resistir aos ataques de Fernando Alonso e Sergio Perez. E conseguiu defender-se bem.

Sem chance de dar um show de ousadia, como no ano passado, Max Verstappen tomou uma decisão curiosa. Aproveitando da boa vantagem que tinha sobre Daniel Ricciardo e sem chances de lutar pelo lugar, ele foi para o box, trocou os pneus e começou a acelerar muito forte. Resultado: estabeleceu um novo recorde de Fórmula 1 para o circuito de Interlagos: 1min11s044 (média horária de 218,349 km), quebrando finalmente a marca de Juan-Pablo Montoya, estabelecida com Williams-BMW em 2004, com o tempo de 1min11s473.

Fora da pista, o GP Brasil de Fórmula 1 teve uma jornada muito feliz. O tom intimista da cantora Anitta, na execução do hino nacional, arrancou aplausos e emocionou; a homenagem ao Exército brasileiro com os paraquedistas da Brigada de Infantaria empolgou o público das arquibancadas. Nos três dias do evento, 141.218 pessoas estiveram no autódromo de Interlagos.

Depois de entregar os troféus no pódio, o prefeito João Doria e o ministro do turismo Marx Beltrão reiteraram o apoio às reformas de Interlagos e a presença da Fórmula 1 no Brasil. “Sabemos o que a F1 representa para a São Paulo e o Brasil; o dinheiro que injeta na economia da cidade e o ganho de imagem com a transmissão da prova para todo o mundo” disse o ministro. O prefeito João Doria disse que espera o surgimento de novos pilotos brasileiros e destacou a importância da prova para São Paulo.

 

Castilho de Andrade                                     
Diretor de Imprensa do GP Brasil de F1