Releases

Home Releases Leforte, o hospital oficial do GP Brasil de Fórmula 1.
Voltar

Leforte, o hospital oficial do GP Brasil de Fórmula 1.

“A experiência, a expertise e a estrutura do Hospital Leforte o credenciam para atuar na Fórmula 1” justifica Dino Altmann, diretor-médico do GP Brasil de Fórmula 1.

“Estamos seguros de que o padrão de qualidade que o Leforte oferecerá aos pilotos, equipes e dirigentes da Fórmula 1 será o mais alto”, diz Tamas Rohonyi, promotor do GP Brasil de Fórmula 1.

O contrato entre a direção do hospital e a Interpub, responsável pela organização do evento, foi assinado nesta segunda-feira na sede do hospital na Liberdade, em São Paulo. O Leforte tem ainda outra unidade no bairro do Morumbi. A partir desta data, o Leforte passa a ser o Serviço Médico Oficial do GP Brasil de Fórmula 1.

Rodrigo Lopes, CEO do Leforte, apresenta os números que o hospital vai disponibilizar durante os dias 10, 11 e 12 de novembro, durante o evento, no autódromo de Interlagos: 120 profissionais, dos quais 30 médicos de várias especialidades como neurologia, traumatologia, cardiologia, ortopedia e diagnóstico por imagens. O suporte contará com oito ambulâncias e um helicóptero de resgaste. O comando da operação médica estará com Dino Altmann, há 27 anos atuando na Fórmula 1.

Marcelo Medeiros, diretor de relações institucionais do Hospital Leforte, explicou no ato de assinatura do contrato, que considera essa missão o ponto alto de seu envolvimento com outras atividades esportivas. “Temos uma longa história e a presença na Fórmula 1 atesta nosso padrão de excelência”.

A CEO do GP Brasil de Fórmula 1, Claudia Ito, lembrou que o hospital é um dos pontos cruciais da mega-operação para a realização da prova, envolvendo 10 mil pessoas nos três dias. “Um hospital e um atendimento desse padrão são essenciais no nosso evento”, justificou.

Ainda durante a cerimônia, o médico Dino Altmann falou também das medidas de segurança que a FIA está analisando para o ano que vem. E adiantou que, no momento, o “shield” – uma espécie de para-brisa – é o que tem mais chances de ser indicado como novo recurso de proteção do cockpit dos pilotos.

O Leforte também estará envolvido com um seminário oficial da FIA sobre segurança no automobilismo sul-americano que será realizado no auditório do próprio hospital, em outubro.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece nos dias 10, 11 e 12 de novembro no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Os ingressos para a corrida, informações e imagens em 360 graus dos setores estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br. O GP Brasil também está no Instagram e Facebook: gpbrasilf1.