Releases

Home Releases Fórmula 1 - 2017: marcas continuam caindo. E Interlagos?
Voltar

Fórmula 1 - 2017: marcas continuam caindo. E Interlagos?

A velocidade dos carros da Fórmula 1 continua derrubando recordes na temporada de 2017. Na Hungria, Sebastian Vettel, vencedor da corrida, assinalou a pole com o tempo de 1min16s276, superando sua própria marca de 2010 (1min18s773).  Lewis Hamilton, que está a uma pole de igualar o recorde de Michael Schumacher (68), conquistou seis poles nas 11 corridas disputadas até agora e estabeleceu novas marcas. Cinco GPs tiveram seu respectivos recordes de volta superados: Rússia (Kimi Räikkönen), Mônaco (Sergio Perez), Azerbaijão (Sebastian Vettel), Áustria e Grã-Bretanha (Lewis Hamilton). E os carros deverão ser ainda mais rápidos na segunda metade do campeonato.

A Fórmula 1 está de férias após da corrida da Hungria. O próximo GP será dia 27 de agosto, em Spa. E uma semana depois será o GP da Itália, em Monza, dois circuitos muito rápidos. As equipes e pilotos estão agora bem adaptados aos carros que sofreram grandes mudanças este ano. Nas últimas seis corridas, o recorde de volta foi superado em quatro delas. Nas primeiras etapas do Mundial os pilotos ainda não estavam tirando o máximo dos carros. Nas nove provas restantes, portanto, a expectativa é de mais quebras de recordes.

O Mundial de 2004, quando Michael Schumacher conquistou seu sétimo e último título e Rubinho Barrichello foi o vice, foi um campeonato que definiu marcas em diversos circuitos que só agora estão sendo superados. Albert Park, Xangai, Bahrein, Montreal e Hungaroring são pistas cujos recordes datam de 2004 e não foram superados em 2017. Monza, Sepang e Interlagos H seguem com os melhores tempos estabelecidos em 2004. Mas poderão cair ainda este ano.

Interlagos, onde será disputado o Formula 1 Grande Prêmio Heineken do Brasil 2017, dias 10, 11 e 12 de novembro, teve o tempo de pole superado em 2014 por Nico Rosberg (a marca anterior pertencia a Rubinho Barrichello, em 2004). Mas a melhor volta da corrida ainda pertence ao colombiano Juan Pablo Montoya com sua Williams/BMW: 1min11s473 (2004). Este será o desafio que os pilotos enfrentarão no traçado de Interlagos, considerado um dos mais difíceis e seletivos pela maioria dos pilotos. E há uma razão para isso. O equilíbrio na disputa entre Mercedes e Ferrari deve arrastar a decisão do título para as duas provas finais do Mundial: Interlagos ou Abu Dhabi.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece nos dias 10, 11 e 12 de novembro no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Os ingressos para a corrida, informações e imagens em 360 graus dos setores estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br. O GP Brasil também está no Instagram e Facebook: gpbrasilf1.

 

Castilho de Andrade                                     
Diretor de Imprensa do GP Brasil de F1