Notícias

Home Notícias Rosberg se aposenta. Quem vai para a Mercedes?
Voltar

Rosberg se aposenta. Quem vai para a Mercedes?

Rosberg se aposenta. Quem vai para a Mercedes?

Nico Rosberg, campeão mundial de Fórmula 1 de 2016, reservou a grande surpresa do ano para o dia da premiação da Federação Internacional de Automobilismo, em Viena. Horas antes de receber o troféu pelo título, o piloto alemão anunciou que está deixando a F1. A notícia surpreendeu o mundo do automobilismo esportivo.

A primeira questão é sobre o substituto de Rosberg na equipe Mercedes, a melhor da F1, com três títulos consecutivos nos últimos três anos. Uma das opções seria uma ‘triangulação’ com a Williams (que também utiliza motores Mercedes). Valtteri Bottas iria para a Mercedes e, no seu lugar, na Williams, iria Pascal Wehrlein. Convém lembrar que o contrato de Bottas com a Williams termina no final do próximo ano. Outra possibilidade seria a transferência de Esteban Ocon – que a própria Mercedes indicou para a Force India – para o lugar de Rosberg.

A saída do piloto parece não reservar maiores surpresas. Ele justificou dizendo que pretendia passar mais tempo com a família. E tinha prometido deixar as pistas se conquistasse o título.

Na história da Fórmula 1, o único piloto que abandonou a categoria após o título foi Mike Hawthorn primeiro inglês a conquistar o campeonato, em 1958. Jackie Stewart se aposentou em 1974, depois de conquistar o terceiro título mundial, mas já tinha feito o anúncio previamente.

Não se sabe ainda se Rosberg tinha ou não anunciado previamente sua decisão para a equipe Mercedes. Quem ganha com isso é Lewis Hamilton que, no ano que vem, deverá reinar como primeiro piloto da escuderia. Mesmo com as mudanças técnicas previstas para 2017, a Mercedes deverá permanecer como uma das favoritas. Poderão ganhar ainda Bottas, Ocon ou Wehrlein.

Candidato ainda a uma possível vaga na Sauber ou Manor, o brasileiro Felipe Nasr também ser beneficiado pela aposentadoria de Rosberg.  É praticamente certo que sobrará mais uma vaga para completar o grid de 2017.

Nico Rosberg, 31 anos, disputou 206 grandes prêmios em 11 temporadas pela Williams (2006 a 2009) e Mercedes (2010 a 2016). Soma 23 vitórias, 30 poles e 57 pódios. Durante três temporadas – 2010 a 2012 – foi companheiro de equipe do heptacampeão mundial Michael Schumacher.