Notícias - Coluna do Castilho

Home Notícias Max Verstappen faz história em Spielberg
Voltar

Coluna do Castilho

Max Verstappen faz história em Spielberg

Max Verstappen faz história em Spielberg
©Red Bull Content Pool

Por Castilho de Andrade

Max Verstappen, contra tudo e contra todos, depois de uma largada desastrada, acabou recuperando todas as posições e, a três voltas do final, superou Charles Leclerc. Venceu o GP da Áustria pelo segundo ano consecutivo, levando ao delírio seus milhares de torcedores. A manobra arriscada para chegar ao primeiro lugar fez com o que piloto da Ferrari saísse da pista. Imaginava-se a possibilidade de uma penalidade a Max. Os comissários desportivos, entretanto, entenderam a ultrapassagem como um lance normal da corrida. Melhor para a Fórmula 1.

A vida dos comissários, depois da ultrapassagem, não deve ter sido fácil, após a ‘abertura de investigação’. Qualquer decisão ali seria problemática. Para a Ferrari, provavelmente, a FIA teria usado dois pesos e duas medidas. Puniu Sebastian Vettel no Canadá e não beneficiou Charles Leclerc na Áustria. Eu sou insuspeito. Julgo que em nenhum dos casos houve dolo. Nem Vettel nem Verstappen deveriam ser punidos.

Se os comissários decidissem pela punição de Max Verstappen com cinco segundos, a vitória ficaria com a Leclerc, pole e líder da prova durante todo seu transcorrer. E a segurança do autódromo, talvez, tivesse muito trabalho para conter a fúria dos torcedores que vibraram como nunca com a vitória de Verstappen, indiscutivelmente um grande ídolo popular da Fórmula 1. Vamos ver agora como a Ferrari reagirá: tentará um novo recurso como fez no Canadá? É uma possibilidade.

Quem não viu tem que ir atrás do vídeo completo. Disputas emocionantes, confusão com a troca de pneus de Vettel, ultrapassagens limpas – Vettel atacou e superou bem um imperfeito Lewis Hamilton na disputa do quarto lugar. Mas o que Verstappen fez foi muito além: recuperou a imagem da Fórmula 1 depois da chatíssima corrida da França.

Max Verstappen ganhou tudo em Spielberg. Deu à Honda sua primeira vitória – merecida – depois de seu retorno à Fórmula 1; ganhou a prova; cravou a volta mais rápida (com direito ao ponto extra) e foi eleito o ‘Piloto do Dia’ pelos internautas de todo o mundo. E, para completar, tirou Sebastian Vettel do terceiro lugar do Mundial. Fernando Alonso e Daniel Ricciardo que desdenharam a Honda devem estar com sentimentos muito conflitantes.

A Fórmula 1 volta no dia 14, com o GP da Inglaterra, o centro nervoso da Hamiltonmania.

 

 

Castilho de Andrade é jornalista especializado em automobilismo e Diretor de Imprensa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.