Notícias - Coluna do Castilho

Home Notícias Em Abu Dhabi, a consagração dos melhores do ano
Voltar

Coluna do Castilho

Em Abu Dhabi, a consagração dos melhores do ano

Em Abu Dhabi, a consagração dos melhores do ano
©️ Mercedes AMG F1 Team

Por Castilho de Andrade 

O Mundial de Fórmula 1 2019 terminou com a corrida de Abu Dhabi consagrando os melhores da temporada. Como se fosse quase um resumo de um campeonato longo e disputado.

Lewis Hamilton só correu o risco de dormir no volante e acabar batendo no guard-rail, tamanha a diferença que ele foi abrindo ao longo da corrida. Não teve adversário na prova como não teve, diga-se a bem da verdade, no campeonato. Largou na pole, venceu de ponta a ponta – não perdeu o primeiro lugar nem durante a troca de pneus – e ainda cravou a melhor volta. Foi sua 11ª vitória no campeonato, mais da metade das 21 provas, portanto. No currículo são 84 vitórias, 88 poles, 151 pódios e 47 melhores voltas. Agora restam 7 para igualar o número de vitórias de Michael Schumacher. E um título para chegar no hepta, também de Schumacher.

O segundo e terceiro colocados da prova também foram grandes destaques do ano. Max Verstappen, responsável por dar a Honda três vitórias, e Charles Leclerc, recordista da temporada com 7 poles. E ainda somando duas vitórias. Os dois últimos representando a jovem guarda da Fórmula 1 que deverá pontificar nos anos vindouros.

Depois Valtteri Bottas, um companheiro leal e que somou os pontos para o título de construtores e para sagrar-se vice-campeão. Em seguida, Sebastian Vettel que teve uma temporada irregular – prejudicado por uma decisão questionável no GP do Canadá – mas sem mostrar a eficiência de outros momentos na F1. Foi o quinto na corrida e acabou em quinto no campeonato. Mas estratégias duvidosas da equipe Ferrari também não podem ser isentada de responsabilidade na classificação final do tetracampeão mundial.

Vale a pena destacar ainda o crescimento do espanhol Carlos Sainz – e, como um todo, da equipe McLaren – que terminou o Mundial em 6º lugar, depois de cravar seu último ponto na corrida de Abu Dhabi. Mas, principalmente, por ter subido ao pódio pela primeira vez em Interlagos.

Alguns destaques do campeonato:

1 – Melhor piloto: Lewis Hamilton (inquestionável)

2 – Melhor equipe: Mercedes (inquestionável)

3 – Melhor diretor de equipe: Toto Wolff (Mercedes)

4 – Melhor surpresa: Charles Leclerc (nem a Ferrari imaginava o seu potencial)

5 – Melhor estreia: George Russell (se alguém julgar Lando Norris ou Alexander Albon não estará errado)

6 – Melhor corrida: GP Brasil de F1

7 – Decisão mais duvidosa dos comissários esportivos: cassação da vitória de Sebastian Vettel no GP do Canadá

8 – Acidente mais bizarro: batida entre Vettel e Leclerc no GP Brasil

9 – Melhor torcida organizada: a onda laranja de Max Verstappen. Como prêmio, terão o GP da Holanda em 2020.

 

 

Castilho de Andrade é jornalista especializado em automobilismo e Diretor de Imprensa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.