Notícias - Coluna do Castilho

Home Notícias A Ferrari mira em Monza para vencer outra vez
Voltar

Coluna do Castilho

A Ferrari mira em Monza para vencer outra vez

A Ferrari mira em Monza para vencer outra vez
©️ Scuderia Ferrari

Por Castilho de Andrade

Depois de vencer em Spa, no GP da Bélgica, a Ferrari concentra-se agora para o GP da Itália, no próximo domingo, 10h10, em Monza. A força de seu motor que permitiu ao monegasco Charles Leclerc, 21 anos, conquistar sua primeira vitória na Fórmula 1, poderá ser o fator principal nas retas de Monza.

O traçado de Monza, com mais retas, deve favorecer à Ferrari. Caberá à Mercedes e à Red Bull buscar uma estratégia que permita equilibrar o jogo.

De um lado um tetracampeão mundial, o alemão Sebastian Vettel; do outro, um piloto estreante em equipe de ponta, o monegasco Charles Leclerc. Até o GP da Hungria, a Ferrari seguiu a lógica do manual: priorizou Vettel. Em Spa, entretanto, nesse domingo, a escrita do GP da Bélgica foi diferente. A Casa de Maranello fez o justo e montou sua estratégia em cima de quem foi mais rápido em duas das três sessões livres e fez a pole (a terceira do ano). E a primeira vitória da temporada chegou para a Ferrari.

O resultado da corrida da Bélgica, é claro, foi ótimo para Lewis Hamilton que viu aumentar sua vantagem sobre o 2º colocado, Valtteri Bottas, para 65 pontos. E 87 sobre Max Verstappen, o 3º do Mundial. Nos Construtores, a Mercedes leva 145 pontos sobre a Ferrari.

Vettel cumpriu à risca seu papel, entrando prematuramente no box para trocar pneus e liberando Leclerc para garantir-se na liderança e livrar-se da ameaça das Mercedes. Funcionou. Mas na última volta, a equipe passou algum tempo sem respirar vendo cair assustadoramente a diferença para Lewis Hamilton. Chegaram com uma diferença de 0,981.

O GP da Bélgica foi, portanto, uma corrida indefinida até a última volta. Sem contar com Max Verstappen, que saiu no início depois de largar mal e acabou quebrando a suspensão em um choque com Kimi Raikkönen, a disputa pelo pódio ficou nas mãos das duplas da Ferrari e Mercedes. A Mercedes falhou na troca de pneus de Hamilton – e isso pode ter custado a vitória ao piloto inglês – e a Ferrari trabalhou bem, aproveitando a vantagem de seu potente motor. Se a Mercedes aproximava-se no trecho mais sinuoso da pista, a Ferrari voltava a abrir vantagem nas retas. E foi assim até o final.

Afastados da luta pelo pódio, mas chamando a atenção, dois pilotos se destacaram na corrida. O inglês Lando Norris, da McLaren, com uma prova consistente, eleito o ‘Piloto do Dia’, pelos internautas. Ele acabou abandonando na última volta com um problema mecânico, sem apagar a boa imagem. E Alexander Albon que, fazendo sua corrida de estreia pela Red Bull (no lugar de Pierre Gasly que foi para a Toro Rosso), terminou com um ótimo quinto lugar.

 

 

Castilho de Andrade é jornalista especializado em automobilismo e Diretor de Imprensa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.