Noticias - Coluna do Castilho

Home Noticias Mercedes, Ferrari e Williams saem na frente. Mundial começa dia 26
Voltar

Mercedes, Ferrari e Williams saem na frente. Mundial começa dia 26

Mercedes, Ferrari e Williams saem na frente. Mundial começa dia 26

Os testes de inverno de Barcelona terminaram na sexta-feira e deixaram mais dúvidas do que certezas sobre o Mundial de Fórmula 1 2017 que começa no próximo dia 26 de março, em Melbourne. Mercedes, Ferrari e Williams, nessa ordem, renderam mais, fizeram mais quilômetros e começarão o campeonato com boas perspectivas. A Red Bull ficou um pouco atrás mas indica que tem espaço para crescer.

Que o campeonato promete mais do que o do ano anterior não há dúvida, se utilizarmos os dois períodos de testes de inverno como referência. Ferrari e Williams foram as equipes que mais cresceram, a Mercedes manteve-se bem e a Red Bull continuará sendo uma equipe de ponta.

Os carros vão para a pista, agora, apenas nos treinos oficiais para o GP da Austrália. Até lá as escuderias terão duas semanas para as derradeiras providências. O equilíbrio entre as quatro equipes não permite afirmações mais precisas. Quem ficará com a pole em Melbourne? Lewis Hamilton e Sebastian Vettel são dois candidatos fortes. Mas se for Valtteri Bottas, Kimi Räikkönen, Daniel Ricciardo (correndo em casa) ou Felipe Massa não será zebra.

Pelo que demonstrou nos treinos e, principalmente, na quinta-feira quando cravou o melhor tempo do dia 1min19s024, Vettel parece bem motivado. Assim como Felipe Massa que, na quarta-feira, marcou 1min19s420 como o segundo mais rápido. Perdeu apenas para Bottas que fez 1min19s310. A diferença é que Vettel confia que o carro ainda pode ser mais veloz. Massa, entretanto, julga que já tirou o máximo de sua Williams.

Na sexta, Kimi Räikkönen baixou de 1min19, chegando a fazer a melhor volta em 1min18s634, a melhor dos treinos. Mesmo assim, o piloto finlandês acabou ficando na pista, depois, com um problema mecânico no carro.

Na Red Bull, Max Verstappen fez 1min19s438 na sexta. Chegou perto de Felipe Massa.

E Lewis Hamilton? O inglês teve um desempenho tranquilo nos testes, indicando um domínio da situação. Não foi o mais rápido mas não parecia dedicado a isso. Na quinta, quando Vettel andou na frente, ele fez o segundo tempo com 1min19s352, suficiente para mostrar seu cartão de visita.

A McLaren/Honda perdeu, praticamente, quase todo o tempo dos treinos por conta de problemas mecânicos. A esperança é que a Honda leve para Melbourne um motor mais potente. Do contrário...

Os carros vão começar o campeonato mais próximos uns dos outros. O que ainda não se pode aferir – os testes não refletem bem o desempenho em corrida – é se as ultrapassagens serão mais fáceis ou mais difíceis com as novas regras. Não há unanimidade de opiniões. Portanto o melhor é esperar mesmo pela Austrália.

Esse é um detalhe de importância crucial. Se as ultrapassagens estiverem na ordem do dia, os pilotos mais experientes – e Felipe Massa é um deles – levarão vantagem. De concreto mesmo é que a disputa vai ser boa. E quem vai ganhar é o público.

 

 

Castilho de Andrade é jornalista especializado em automobilismo e Diretor de Imprensa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.