Notícias - Coluna do Castilho

Home Notícias Hamilton ou Vettel, quem é melhor em Abu Dhabi?
Voltar

Coluna do Castilho

Hamilton ou Vettel, quem é melhor em Abu Dhabi?

Hamilton ou Vettel, quem é melhor em Abu Dhabi?
©️ Mercedes AMG F1 Team

Por Castilho de Andrade

Lewis Hamilton é pentacampeão mundial de Fórmula 1 e a Mercedes venceu os últimos cinco mundiais de construtores, o último exatamente no GP Brasil de Fórmula 1. A Mercedes também conquistou quatro vitórias seguidas em Abu Dhabi e tem ainda mais uma quando fornecia motores para McLaren. Mas na disputa entre os pilotos, Hamilton e Vettel estão empatados no circuito Yes Marina: três primeiros lugares para cada um. O desempate pode vir no próximo domingo, 11h10 (hora de Brasília), na última etapa do Mundial de Fórmula 2018.

A corrida vai ser mais relaxada. Mas nem por isso menos interessante. Hamilton vai atrás de novas marcas assim como Sebastian Vettel. Assim como Max Verstappen que foi privado da vitória em Interlagos por conta de um erro do francês Esteban Ocon.

O currículo de Hamilton é, inegavelmente, superior ao de Vettel e suas conquistas em 2018 o levaram para mais longe: 228 GPs disputados com 72 vitórias, 82 poles, 41 melhores voltas e 133 pódios. Já Vettel, em 226 corridas, tem 52 vitórias, 55 poles, 35 melhores voltas e 110 pódios.

O GP de Abu Dhabi, para Hamilton, será a oportunidade de estabelecer novos patamares na carreira. Mas para Vettel terá outro significado importante: terminar bem o Mundial de 2018 cravando a pole e, principalmente, ganhando a corrida, poderá significar o início de uma reação para 2019 e livrar-se da pressão que sofre por melhores resultados. Ninguém duvida da capacidade de Vettel. Mas a relação com a Ferrari não rendeu o esperado. Se vencer a prova, o alemão terá conquistado seis vitórias em 2018 contra cinco no ano passado e três em 2015, em sua passagem pela Ferrari. Pode indicar um progresso abrindo melhores perspectivas para o ano que vem.

Para Max Verstappen, que vem pilotando com determinação e segurança, a vitória pode consagrar de vez sua condição de primeiro piloto da equipe Red Bull. Há ainda uma nuvem sobre as possibilidades da escuderia no ano que vem quando passará a utilizar os motores Honda. Em Abu Dhabi, neste domingo, a Red Bull, que soma três vitórias no circuito, poderá chegar à quarta. É uma chance real onde Daniel Ricciardo também é candidato.

Quem assistir à prova verá pela última vez Fernando Alonso na Fórmula 1. E acompanhará a despedida de Kimi Räikkönen da Ferrari. No ano que vem, o finlandês estará pilotando um carro da Sauber-Alfa Romeo. Esteban Ocon também estará se despedindo da F1 porque não terá equipe em 2019. Mas não deverá ser por muito tempo.

 

 

Castilho de Andrade é jornalista especializado em automobilismo e Diretor de Imprensa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.