Fale Conosco

Home Fale Conosco
Voltar

Preencha o formulário para enviar sua mensagem

Caso possua algum serviço anti-spam, solicitamos que acrescente o e-mail faleconosco@gpbrasil.com.br em sua lista de autorização.

Tipo de Pessoa:

Dúvidas Frequentes

  • Posso realizar ação promocional com os ingressos?

    Os ingressos do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 são propriedade dos promotores e se destinam à permissão do acesso aos clientes às dependências do autódromo nos três dias do Evento. Desta forma, o cliente se compromete em não vender e/ou permitir que esses ingressos sejam vendidos a terceiros, em não destiná-los a ações promocionais e não utilizá-los de qualquer outra forma que possa obter proveito econômico.

    Os infratores responderão na forma prevista na lei e, ainda, indenizarão os promotores por todas e quaisquer despesas, prejuízos, perdas, demandas, ações, penalidades ou multas que estejam direta ou indiretamente relacionadas à utilização irregular dos ingressos sob qualquer forma e pretexto.

    Os ingressos identificados pela infração perderão a validade e, em hipótese alguma, haverá restituição de valores.

  • Quem tem direito ao benefício do ingresso meia-entrada?

    • Estudantes da educação infantil, da educação básica (ensinos fundamental e médio), da educação superior (cursos tecnológicos, sequenciais de graduação e pós-graduação), da educação profissional (básico e técnico), e de cursos pré-vestibulares: carteira de identificação estudantil – CIE, modelo único, nacionalmente padronizado, com certificação digital.
    *ATENÇÃO: Estudantes de cursos livres* não possuem direito ao benefício de meia-entrada.
    *Curso livre é uma modalidade de educação não-formal de duração variável, destinada a proporcionar conhecimentos que lhe permitam profissionalizar-se, qualificar-se e atualizar-se no mercado de trabalho, como por exemplo, cursos de idiomas.

    • Idosos: documento que comprove ser maior de 60 anos na data do Evento

    • Jovens de baixa renda de 15 a 29 anos: comprovante de inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

    • Portadores de necessidades especiais e/ou mobilidade reduzida: cartão do benefício de prestação continuada da Assistência Social ou documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS.

    • Professores, diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares do quadro de apoio das escolas públicas Municipais e Estaduais de ensino de São Paulo: carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação ou holerite.

    Carteira de Identificação Estudantil

    • Nos termos do decreto nº 8.537 de 5 de Outubro de 2015, que regulamenta a nova lei da meia-entrada (Lei n° 12.933/2013), a Carteira de Identificação Estudantil deverá cumprir os requisitos do padrão nacional único, com segurança física e digital.

    • Para ser aceita a Carteira de Identificação Estudantil deve estar de acordo com os termos da nova Lei da Meia-Entrada, bem como estar dentro do prazo de validade.

    • As entidades autorizadas a emitir a CIE estão previstas na Lei Federal nº 12.933, de 26 de dezembro de 2013, levando-se em consideração a liminar proferida nos autos da Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADI nº 5108-DF.

    Haverá fiscalização rigorosa da documentação no momento da retirada do ingresso, assim como para entrada no autódromo nos dias do evento. A apresentação da documentação completa não será dispensada em hipótese alguma.

    Caso não seja comprovado o direito ao benefício de meia-entrada através dos documentos exigidos por lei, não haverá devolução do valor pago.

    A apresentação da documentação completa não será dispensada em hipótese alguma.

    O direito ao benefício de meia-entrada, recentemente regulamentado pelo Decreto n°8.537/2015, é concedido, mediante apresentação de documentação que comprove plenamente o direito nos dias do Evento, conforme legislação específica vigente.

    Ressaltamos que o ingresso meia-entrada é pessoal e intransferível.

    Para mais informações, consulte:

    Leis Federais 12.933/2013 e 12.852/2013, regulamentadas pelo Decreto 8.537/2015; e, 10.741/2003;

    Leis Estaduais 7.844/1992, regulamentada pelo Decreto 35.606/1992; 10.858/2001, alterada pela Lei 14.729/2012; 15.298/2014

    Leis Municipais 12.975/2000;

    ATENÇÃO:

    Falsificar, no todo ou em parte, documento particular ou alterar documento particular verdadeiro é crime.

    Art. 298 do Código Penal.
    Pena – reclusão de 1 (um) a 5 (cinco) anos e multa.

  • Qual é a idade mínima permitida para assistir o Evento?

    Os limites de idade para acesso ao autódromo, durante o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 foram estabelecidos pela Vara da Infância e Juventude do Foro Regional de Santo Amaro – SP, através das Portarias 01/99 e 1/2002, as quais vedam a entrada de menores de 5 (cinco) anos, e condicionam o acesso de crianças com idade entre 5 (cinco) e 12 (doze) anos ao acompanhamento dos pais ou responsáveis, portando documentação necessária que comprove a responsabilidade, quais sejam:

    • documento original com foto da criança e seu responsável legal;

    • autorização original assinada pelo(s) pai(s).

Ver todas